segunda-feira, 6 de julho de 2009

Sou assim


Sou alguém que nem sei ;
Sou uma nuvem que nem sei ;
Sou uma raiva que cansei ;
Sou você em meu olhar em meus toques ;
Sou nossa historia apagada na areia da praia ;
Sou minha sorte ao te encontrar ;
Sou nosso choro no travesseiro ;
Sou o colo que eu pedi a minha mãe ;
Sou o que você pensa quando pensa em respirar ;
Sou uma alma vagando a cada minuto atrás de alguma luz ;
Sou o olhar sabido de uma criança burra ;
Sou a tristeza quando escuto o "não" em sua voz ;
Sou a tortura nos tempos medievais quando penso em você me deixando ;
choro sim , choro de amor , de saudade e de chamego perdido
quando penso nisso eu penso também que quando você existir quero ter tudo e você também.
Rezo pra que o dia que eu te encontrar pela primeira vez e escutar a sua voz dizendo "OLÁ".
Será que isso vai ser um sonho e vai acabar?
espero te ter até meu coração parar de bater.
meus textos por você sempre acabam em "EU TE AMO" ,
mas dessa vez sei que será , "IREI TE AMAR UM DIA"

Nenhum comentário: